GINA PANE

gina-pane-Gina Pane foi pintora, escultora, fez instalações vídeo e performance. No entanto o trabalho que ressalta são as suas fotografias documentais de performances cuidadosamente encenadas de auto-flagelação.

Pane nasceu em 1939 em Biarritz e morreu em 1990 em Paris. Cresceu em Itália mas voltou para Paris para estudar na Escola de Belas Artes, de 1961 a 1966. Participou noAtelier d’Art Sacré de Maurice Denis. Em 1978 criou um estúdio de performance no Centre Georges Pompidou. Começou por fazer pinturas geométricas antes de iniciar o trabalho na escultura e instalação. As suas primeiras pinturas mostravam já uma preocupação com o que viria a ser o seu tema de trabalho: o corpo.

Primeira representante em França da arte corporal, Pane demarca-se dos termos happening e performance para evitar qualquer conotação teatral. Ela elabora as suas “acções” (nome que ela prefere) através de storyboards extremamente rigorosos e pormenorizados. Começava em folhas de papel leves e de pequeno formato, acrescentando fol

What was really effective in these artworks is the rituality of each act; performances assumed the form of theaters where artists played a sort of a sacrificial comedy focused on their own body. As mentioned above, Gina Pane (1939 – 1990), a French artist of an Italian origin, was one of the main representatives of what is widely recognised as Body Art, the artistic trend characterised by the practise of self-mutilation and sadomasochism. Working with/on her own flesh and blood as an artistic media, Pane laid bare the human body’s fragilities; undressing, hitting, hurting, dirtying her own body, she was able to show the sense of danger and pain.

Gina Pane, with a distinctive composure and a rational attitude, used the sufferance as a way of representing spirituality, carrying a deep emotional and symbolic charge. In Sentimental action (1973), the proto feminist artist, dressed totally in white, takes a bunch of roses in her hand and hurts herself with their spines. The blood dripping on the bouquet turns the roses from white to red. At that point, the artist cuts herself with a razor blade.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s